30 mar 2017
Assista ao segundo trailer de ‘Homem-Aranha: De Volta ao Lar’
Foi divulgado terça, 28, o segundo trailer de ‘Homem-Aranha: De Volta ao Lar’. Confira abaixo as versões legendas e dubladas, além de mais de 280 capturas do trailer em nossa galeria:       SPIDER-MAN: HOMECOMING (2017) > SCREENCAPTURES >  TRAILER #2    
13 fev 2017
Tom Holland vence o BAFTA 2017; Saiba tudo o que rolou!
Aconteceu ontem, 12, no Royal Albert Hall, a 70ª edição da cerimônia de entrega da British Academy of Film and Television Arts – BAFTA, que é produzida pela própria academia britânica, para premiar os melhores atores, técnicos e filmes de 2016; Muitos consideram como o Oscar britânico.
09 dez 2016
Assista ao primeiro trailer de Homem-Aranha: De Volta Ao Lar!
Na madrugada de hoje, 9 de dezembro, foram lançados os primeiros trailers de Homem-Aranha: De Volta Ao Lar (Spider-Man:Homecoming) durante o programa do Jimmy Kimmel Live.
02 dez 2016
Saiba todas as novidades de ‘Homem-Aranha: De Volta ao Lar’ da CCXP 2016!
A CCXP - Comic Con Experience 2016 começou ontem, quinta-feira 1 de dezembro, em São Paulo e apesar do primeiro dia não ser de maior interesse para nós que aguardamos novidades do novo filme do Homem-Aranha, Spider-Man: Homecoming, a Sony Pictures trouxe logo no primeiro dia quatro estandes de seus próximos filmes, incluindo Homecoming!
03.04.2017

O Collider esteve no set de ‘Homem-Aranha: De Volta ao Lar’ em agosto do ano passado e teve a oportunidade de entrevistar o ator Tom Holland. O ator falou sobre sua audição para o filme, gravações de Guerra Civil e também a primeira vez em que assistiu a Capitão América: Guerra Civil. Confira a tradução:


Você pode nos dizer algo sobre o que estamos vendo hoje?

Sim, hoje é a primeira vez que Peter enfrenta e conhece o Toomes, e na verdade é muito foda. Ele mudou muito ao longo das últimas semanas, mas a versão que eu acho que Jon finalizou é bastante impressionante.

Como isso mudou, e como é o processo de Jon ao trabalhar com vocês?

O script básico e o arco para o meu personagem, especialmente, permaneceu o mesmo. Acho que o arco para Toomes e o Abutre mudou drasticamente desde o primeiro rascunho que eu li, o que eu acho que, mudou para melhor. Mas Jon é legal e ele mantém tudo fresco, e se há alguma mudança estamos todos bem notificado antes. Quero dizer, houve apenas alguns dias em que entramos no set e eu aprendi as linhas [se referindo as mudanças do script] para uma cena, que não está mais no filme, é uma cena diferente. (Risos) Mas não, ele é fantástico para trabalhar.

Havia algo especificamente quando eles estavam escrevendo o roteiro onde você disse, eu quero que Peter seja capaz de fazer isso. Ou eu quero que o Homem-Aranha faça isso?

Sim, quero dizer todo o aspecto de mantê-lo pé no chão e garantir que o público veja um garoto como um super-herói. Nós vimos o tipo de Deus Nórdico, nós vimos o bilionário, nós vimos o soldado – agora nós conseguimos ver o garoto. E um dos tipos de temas do filme é: “O que um rapaz de 15 anos faria com super poderes?” Assim, o ato de abertura do filme, você vê Peter realmente tentando descobrir quem ele é e o que ele pode fazer, o que é algo que eu sinto que nós realmente não exploramos maciçamente nos filmes anteriores, vendo Peter cometer erros e tentar corrigi-los, e aprender exatamente o que ele pode fazer. E isso era algo que eu era muito apaixonado, e eu sei que Jon também estava, e desde o primeiro rascunho que esteve sempre no roteiro final.

Você não é uma criança do Queens, então estou curioso como você se tornou um garoto do Queens. Você foi para Queens? Andar pelo bairro? Se acostumar com o ambiente?

Sim, é engraçado. A Marvel realmente me enviou para uma escola no Bronx, onde eu tinha um nome falso e eu usei um sotaque, e fui por uns três dias. Eu basicamente tinha que ir para esta escola de ciências e misturar-se com todas as crianças, e alguns dos professores nem sequer sabiam. Era uma escola de ciências, e não sou de modo algum um estudante de ciências (risos). Alguns dos professores me chamavam na frente da classe e tentavam me fazer fazer equações de ciências e coisas assim, era tão embaraçoso. Mas foi realmente muito informativo porque as escolas em Londres são tão diferentes. Eu iria para a escola todos os dias em um terno e gravata, com apenas meninos. Para estar em uma escola onde você pode ser livre e solto, e estar com as meninas, era tão diferente. Muito diferente. Mas sim, foi realmente uma grande experiência.

E ninguém sabia?

Ninguém sabia. Eu realmente tenho alguns vídeos no meu telefone entrevistando as pessoas, e perguntando-lhes o que eles acharam do novo Homem-Aranha em Guerra Civil . Eles diziam, “Oh ele é grande, eu adorei“, e então algumas outras pessoas falavam, “Não, eu não gostei dele, ele não é nada grande” – e eu estava na frente deles! (Risos) Mas sim, não, foi divertido. Foi muito divertido.

Você pode nos falar sobre o processo de audição que ouvimos sobre o lugar onde você trabalhou com Robert Downey Jr.?

Isso foi intenso, cara. Eu estava filmando outros filmes na época, então eu tive sorte porque eu estava meio preocupado. Eu acho que se eu não estivesse trabalhando, eu teria implodido apenas esperando para ouvir este filme. Eu fiz gravações com Joel Kinnaman porque eu estava fazendo um filme com ele. Então eu fiz outra filmagem com Jon Bernthal, e então eu fiz uma outra gravação de mim mesmo, e finalmente vim aqui, para fora da tela, com Robert [Downey Jr.] e Chris [Evans]. Isso para mim foi uma experiência suficientemente boa como ela mesma – eu não precisava passar no teste do filme. Eu estava tão feliz por ter chegado tão longe, e ter trabalhado com Robert e Chris, eu estava feliz em voltar para casa. Mas quando consegui esse trabalho, eu não poderia ter ficado mais feliz. Foi o dia mais louco da minha vida, foi uma loucura. E nós estávamos esperando [o resultado] por meses, até que descobrimos.

Qual foi a cena de sua audição?

Minha cena de audição, Deus. Os três primeiros não foram sobre o Homem-Aranha, eles eram, hum, acho que pode ter sido de Whiplash, uma das cenas. A cena entre Miles Teller e J.K. Simmons. Depois, houve algumas cenas de Homem-Aranha, e foi engraçado porque meus agentes em um certo ponto ficavam, “Nós não sabemos para quem você está fazendo o teste”. Eu estava, “mas minhas linhas são para o Homem-Aranha, então, quem mais eu poderia estar fazendo?”. Eles responderem: “nós não sabemos.” Eu meio que acordei que era para o Homem-Aranha, mas eram cenas feitas, nada do filme. Minha audição final com o Robert foi uma cena que estava em Guerra Civil entre nós dois.

Você pode falar sobre as cenas de ação e o que podemos esperar sobre as cenas? O tipo de nível de habilidade que o Homem-Aranha ten agora e também sobre um vilão aéreo …

É emocionante. Algumas das coisas que George e sua equipe, nossos coordenadores, sugeriram é bastante notável, na verdade. E nós realmente empurramos o Homem-Aranha para novos limites, e há coisas que definitivamente não  vimos antes, algumas das habilidades. E é muito divertido. Nós tivemos um mês antes de filmarmos onde nós acabamos de preparar manobras, e treinamos e treinamos, e George realmente confia em mim com minhas habilidades, e me deixou fazer tantas acrobacias como ele se sente confortável, então foi realmente divertido. Estou definitivamente animado para vocês verem coisas que o Homem-Aranha nunca fez antes.

Peter Parker é um pouco falador, como você sabe, e ele também é muito jovem, e este é o primeiro supervilão que ele está lutando. Qual é a sua brincadeira ou relacionamento quando ele encontra Shocker e Abutre?

Eu acho que uma das coisas mais legais sobre seu tipo de conflito com os vilões nisso é diferente com seu conflito que tivemos em Capitão América. Porque isso era divertido, ele realmente não sabia o que estava acontecendo, e você não vê os Vingadores como pessoas perigosas. Mas aqui o Abutre é definitivamente um adversário formidável, e ele é aterrorizante. Seu traje é absolutamente aterrorizante. Então a brincadeira pega um pouco no começo, mas assim que Peter percebe que ele está um pouco fora de sua profundidade, vem uma verdadeira batalha. E é menos sobre fazer piadas rápidas e ser engraçado, e mais sobre salvar o dia e ter certeza que ele faz a coisa certa.

Você pode falar sobre como você vê o seu Peter Parker e compará-lo com as versões anteriores?

Essa é uma boa pergunta. Quero dizer, é difícil não ter influência de Tobey [Maguire] e Andrew [Garfield], porque ambos tiveram versões tão grandes do personagem. Eu acho que de Tobey eu estou tomando seu tipo de lado menos legal das coisas, enquanto Andrew era muito legal e muito tipo de contido. Mas então com Andrew, eu pensei que seu Homem-Aranha era fantástico. Eu pensei que quando ele estava naquele traje, pensei que ele realmente veio à vida com o personagem, e assim há duas coisas que estou tomando de ambas as pessoas. Para mim é apenas ter certeza de que eu me sinto como um garoto no set, e realmente ser o garoto que todo mundo quer ser, e apenas se divertir com ele, e ver um super-herói que realmente gosta de ter seus poderes.

Historicamente, muitas vezes Peter se ressente de ser o Homem-Aranha. Ele sai o tempo todo nos quadrinhos. Qual é a relação deste Peter com o Homem-Aranha?

Eu acho que neste filme você o vê aprender tanto, ele muda muito drasticamente no meio do filme. Você o vê realmente apreciando seus poderes, realmente começando a aprender com o que pode fazer e apenas experimentar durante todo o filme. Mas, em seguida, através de uma reviravolta de eventos, acontecem coisas, e se torna um assunto sério. Então de repente seus poderes tornam-se um pouco de um fardo, e é bom para interpretar esses dois sentimentos diferentes com seus poderes.

O que você pode dizer sobre como sua relação com Tony Stark evoluiu desde a Guerra Civil? Nós aprendemos um pouco sobre a história mais cedo, e sabemos que ele aparece muito no filme, e o Homem-Aranha confia nele e conta com ele, então o que você pode dizer sobre Peter e Tony?

Acho que estamos vendo o início de uma espécie de relacionamento pai-filho. Obviamente, Tony não tem filhos, e Peter neste momento não tem nenhuma figura paterna em sua vida, então eu acho que há uma dinâmica muito bonita que Robert e eu estamos formando. E, não, deixe-me responder isso novamente. Eu acho que Robert é mais como um irmão mais velho do que uma figura paterna, mas então há aquele nível dele cuidando dele como se fosse seu filho, e Robert realmente trouxe algo adorável para o personagem. É um lado muito diferente do Stark do que você já viu antes.

Falando de Stark, estávamos no estúdio e vimos um monte de coisas com respeito ao enredo do filme, então o tipo de relacionamento com Peter e Stark é um pouco mais baixo no envolvimento de Homem-Aranha. Ele quer que ele resgate gatos de árvores e faça menos esforços. Como Peter responde a isso?

Eu não poderia responder porque eu daria algo [spoilers]. Mas isso é o que eu estou falando sobre onde Stark está se importando com Peter porque ele se sente como se o Peter não estivesse pronto, ainda, para ser um Vingador, e eu acho que ele poderia ter pensado que o que aconteceu na Alemanha era demais para o Homem-Aranha. Então ele é muito persuasivo, e ele está constantemente tentando fazer Peter ficar no Queens e salvar gatos de árvores, e parar o ladrão, e blá blá blá, e não pensar nessa escala.

Este é um filme sobre adolescencia, e tem assentimentos para filmes de John Hughes e coisas assim. Jon deu-lhe alguns filmes para assistir, talvez com o elenco juntos?

Sim, ele nos deu muitos filmes para assistir. Deus, tantos filmes, e basicamente nos sentamos em minha casa em Atlanta- todos do elenco – e nós apenas assistimos todos eles em um dia. Foi como um dia de dominós, e foi tão incrível, tão grande.(Risos) Mas sim, foi ótimo, sem fim. Sim, ah, “Breakfast Club”, “Ferris Bueller’s Day Off”, “Pretty in Pink” – havia muitos deles.

O tio Ben é uma figura tão grande para Peter nos quadrinhos e nos filmes anteriores. Onde ele se encaixa neste filme?

É uma pergunta muito boa … que não posso responder.

Eles nos disseram que ele é mencionado ….

Sim, ele é mencionado …. (riso)

Você pode nos falar sobre o relacionamento de Peter com a tia May?

Eu acho que a relação entre Peter e May é uma das minhas favoritas ao longo do filme porque – oh, Deus, eu vou dar tanto [spoiler], eu não posso fazer isso – hum, ela é muito mais jovem e está cheia de vida. Há um momento em que ela leva o Peter para fora, para uma festa, e ela também vai a uma festa própria, e eles têm esse tipo de amizade entre os dois. E há esta linda cena onde algo acontece e Peter basicamente se rompe com May, e então ela meio que se torna sua mãe, e isso é um ponto de virada realmente agradável para Marisa [Tomei] no filme.

Muita coisa é diferente neste filme dos cinco anteriores, mas a coisa que mais me interessa é que o elenco de apoio parece maior, e os outros alunos parecem ter mais de um papel. Você pode falar sobre como é trabalhar com alguns atores, e tipo de relacionamento de Peter com Ned e Michelle e o resto das crianças?

Sim, é definitivamente uma peça de conjunto. O primeiro mês de filmagem foi puramente coisas de ensino médio, e foi muito divertido. E para mim, eu nunca tive a oportunidade de trabalhar com atores de minha idade, e foi muito divertido estar no set com esses caras, e começar esses relacionamentos, e então também prever onde eles nos próximos dois filmes. E trabalhar com Jacob … Quero dizer, Jacob é o homem, e ele é incrível. Algumas das coisas que nós fizemos no set é tão engraçado, e ele é tão brilhante. O mundo vai amá-lo – ele é fantástico.

Como foi trabalhar com Jon Watts? Qual os eu relacionamento com ele?

Jon é incrível; Ele é um ótimo cara. Ele é muito corajoso, e ele faz escolhas realmente corajosas, e não hesita em deixá-lo experimentar as coisas. Se você tem uma ideia e ele não gosta, ele vai deixá-lo tentar de qualquer maneira, caso ele vê e depois gosta – que é realmente um grande traço em um diretor, porque isso significa que ele confia em você e eles dão liberdade de tentar coisas novas. E nós trabalhamos muito juntos e trabalhamos de forma semelhante em como queremos que Peter Parker seja visto, e eu acho que juntos nós viemos com algo realmente novo e legal.

Nós ouvimos que há um elemento meio de Harry Potter, onde cada filme cobre um novo ano de ensino médio para Peter. Foi essa a sua compreensão também?

É a primeira vez que ouço isso … (risos). Não, eu tenho certeza que é a fórmula que eles vão tomar. Peter tem 15 neste filme, e isso faria dele estudante do primeiro ano do ensino médio, e sim eu vejo ele se formando no último filme.

Nós vimos você brincando no Instagram e dançando e outras coisas. Você estará fazendo algum movimento de dança nesse filme?

Não, não… não, não nesse filme.

Você demorou muito tempo para dizer não …

Há uma dança no filme, mas eu não estou dançando. Peter Parker não pode dançar. Ele pode virar e subir paredes e fazer acrobacia, mas ele definitivamente não pode dançar.

Depois de Guerra Civil, havia alguma coisa em que você quisesse mudar ou fazer diferente? Obviamente, é o mesmo personagem, mas você sabe…

Não realmente. De Guerra Civil, eu senti como se estivesse em tão boas mãos e guiado na direção perfeita para onde eles queriam levar o personagem. E depois da recepção fantástica que tivemos após o lançamento do filme, eu só queria ter certeza de que fizesse a mesma coisa, mas para um filme inteiro, em vez de apenas três cenas. Então eu só tenho me concentrado em certificar-se de que cada cena está cheia de vida e é realmente útil, e eu acho que é isso que temos feito.

Qual é a sua tecnologia favorita no novo traje do Spidey?

Há uma sequência muito engraçada no filme por causa de algo que ele pode fazer com sua visão, ele pode alterar o que ele vê e como ele vê as coisas, e é realmente engraçado de ver. É quase como a primeira vez que você joga um jogo de videogame e os controles são todos engraçados, e é realmente engraçado vê-lo parecer um fodão, mas dentro do pânico e não sabe o que fazer. Então, sem dar nada [spoiler], isso.

Eles disseram que você criou um tipo de líquido real para os atiradores de teia no set. Você conseguiu brincar com ele depois?

Não, porque assim que me deram, eu deixei cair e se espalhou por toda parte. (riso). Literalmente era o primeiro dia, e esse branco – era como um líquido claro, e eu despejei esse líquido amarelo dentro dele e o misturei e ele ficaria fluorescente, branco e tipo de gloopy. E comigo, eu era como, esta é a coisa mais legal e então eu acabei quebrando em todos os lugares. Então eles imediatamente tiraram isso de mim e eu não tinha mais permissão para brincar com ele.

Falando em gadgets, em Guerra Civil vimos Peter interagindo com alguma tecnologia muito antiga. Você teve que ter algum tipo de explicação para usá-los?

Eu me lembro de ter feito aquela cena com Robert e perguntei a um dos caras de apoio: “Você pode me explicar o que estamos fazendo aqui?” Porque eu estava aparafusando um DVD, e Robert estava tipo, “cara, eu não sei o que Tony Stark faz! “(Risos) Ele [cara do apoio] apenas disse,”apenas aja cara, você tem isso.” Foi ótimo.

Onde você assistiu Guerra Civil pela primeira vez, e qual foi sua reação ao ver a si mesmo como Homem-Aranha pela primeira vez?

Fiquei aterrorizado ao ver Guerra Civil pela primeira vez. Eu assisti com meu pai, minha mãe, meus três irmãos e meu melhor amigo, e nós nos sentamos no cinema nos estúdios da Disney em Londres, e meu irmãozinho realmente sentou bem na frente do cinema, e ele é tão pequeno que eu não conseguia vê-lo. E assim que cheguei à tela, tudo o que eu podia ver eram suas pequenas mãos estalando assim … (risos) Mas era surreal. Estar em um filme dessa escala com atores desse calibre foi realmente um sonho tornado realidade, e também um abridor de olhos para a responsabilidade que me foi dada, e como eu tenho sorte em fazer parte disso. Mas foi um dia maravilhoso vê-lo pela primeira vez. Assim que ele terminou,era como, vamos assistir novamente! Mas eles não me deixariam ….

Existe um vilão que você gostaria de ter em alguma das sequências?

Oh, bem, eu amo o Doutor Octopus. Eu acho que Homem-Aranha 2 é um dos maiores filmes de super-herói já feitos. Mas eu acho que Venom é alguém que eu adoraria brigar algum dia.

Falando de momentos de abrir os olhos, obviamente ir para a Alemanha é uma experiência de abrir os olhos para Peter. Qual é a sua experiência de voltar ao Queens depois de ter ido e bater no Capitão América?

É quase como se ele fosse para o acampamento de verão e agora ele está de volta à escola novamente. Aqui está esse garoto que vai nesta aventura com o Homem de Ferro e todos os Vingadores, e então de repente ele está preso no metrô voltando para a escola. É uma coisa muito divertida de fazer; Esse tipo de adolescente stroppy depois de ter o melhor momento de sua vida. Mas definitivamente há luz no fim do túnel para Peter Parker.

Além disso, vimos as filmagens de Comic-Con e Michelle, o relacionamento que vocês dois têm parece interessante. Você pode falar sobre isso? Ela é do tipo que tira a sua paciencia, e parece divertido. Você pode falar sobre esse relacionamento?

Sim, Michelle é uma personagem muito interessante. Ela é muito quieta, e ela está sempre lendo esses livros loucos, como How to Murder Someone without Anyone Knowing (Como assassinar alguém sem que ninguém saiba(risos). Como Jon escolheu os livros mais estranhos para ela ler. Sim, nós faremos uma cena com todos os membros do cast, e ela meio que vai se enfiar no meio e tentar nos ajudar, e nós todos vamos estar “isso é uma coisa estranha para se dizer“. É uma personagem engraçada, e a Zendaya  realmente trouxe  muito dela mesma para a personagem, e está sendo muito divertido trabalhar com ela no set. Tem sido muito legal.

Ela está tendo um momento difícil agora, uma garota do programa Good Morning America referiu-se a ela como uma pessoa “colorida”. Alguns fãs da Marvel bateram-lhe um pouco quando a notícia estourou. Você falou com ela? Você disse alguma coisa para ela como, “Isso vai ser ótimo, estamos fazendo algo incrível, não preste atenção em tudo isso?”

A coisa com Zendaya é que ela sabe disso. De estar no set com ela, todos estão sempre elogiando todos, e todo mundo é muito amoroso aqui. Isso é o que eu amo em trabalhar para a Marvel é o quão acolhedor e gentil é todo mundo. Ela tem um engajamento tão grande no Instagram, e a maioria dessas pessoas a amam, e eu sinto como a nossa geração de pessoas estão se movendo a partir disso. Sobre isso de você não poder ter um personagem que não é da cor correta para um personagem e tal [se referindo sobre ser semelhantes aos quadrinhos], e eu realmente sinto que estamos rompendo e mudando isso. E Z é perfeita. Ela é tão forte e isso não vai abala-la.

Você mencionou que, essencialmente, foi disfarçado e não foi reconhecido, mas você é reconhecido muito mais freqüentemente agora que você é Homem-Aranha?

Sim, às vezes. Quero dizer, eu não me reconheço tanto assim. Tivemos um dia incrível no outro dia, onde fui para um hospital infantil, e que para mim foi perfeito. Para fazer essas crianças felizes foi simplesmente incrível. E também apenas encontrar as crianças na rua. O melhor é quando eles realmente acreditam que eu sou Homem-Aranha, e eles me perguntam como os atiradores de teia funcionam, e eu tenho que dizer, oh eu não tenho o traje e blá blá blá. Isso para mim é uma das melhores coisas sobre ser o Homem-Aranha é convincente para essas crianças pequenas que posso fazer todas essas coisas

Você coloca o sotaque, também?

Sim, eu digo (fazendo um sotaque americano), Oi eu sou Peter, prazer em conhecê-lo. (riso)

E assim com grande responsabilidade vem o quê?

Essa é a linha de Tobey, não a minha linha.

Fonte: Collider | Tradução e adaptação: THBR

Não deixe de conferir as notícias relacionadas: